sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Quando o Natal cheira a HOHOHO! Espírito de Natal: Fora!

Ontem, quinta-feira, a Sandra conversou com sua mãe por telefone, e esta estava chorosa, profundamente triste... o Natal se aproxima... Este será o nosso segundo natal sem a Jussara (irmã gêmea de Sandra, falecida em maio de 2009).
Pouco depois, a Sandra chora por causa de uma resposta nem tão dura com a qual a tratei, sem querer... conversamos... Está tão sensível...
Agora pela manhã, passo pela faxineira do nosso prédio, a cumprimento: Feliz natal, estava chorando...

Hei! Que espírito é este? Tristeza, saudades, infelicidade?

É este o espírito de Natal bíblico?

No nascimento de Jesus o céu se abriu, apareceram anjos que cantavam! Alegria!!! Muita Alegria!

"Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens aos quais ele concede seu favor"

Passei a manhã meditando para escrever!

Na bíblia não existe menção da data do seu nascimento, nenhuma festa instituída.
Alguém fez uns calculozitos e concluiu que Jesus deve ter nascido em setembro ou outubro... Longe de dezembro...
Simplesmente porque os Romanos não fariam resenseamento no inverno...
Simplesmente, porque pastores não dormem com as ovelhas ao relento no inverno...
Simplesmente porque Zacarias (aquele que ficou mudo quando soube que sua esposa estéril estava grávida) era sacerdote do grupo de Abias, se apresentou no templo em mês registrado pelos escritos judaicos, e Maria, que estava no início de sua gravidez visitou Isabel, e a criança tremeu no seu ventre.
Então, este alguém pegou o mes do sacerdote, somou três meses(criança mexeu no ventre) e somou nove meses(tempo da gravidez) no calendário lunar judaico, converteu para o calendário juliano, e deu entre setembro e outubro! Simples!...

Mas tudo bem! Está registrado que Jesus recebeu presentes dos Tres Reis Magos (Leiam o post Não eram três não eram reis não eram magos)

Mas hoje, Jesus não recebe presente nenhum!
Que poderia eu oferecer a Jesus como presente?
Minha obediência à Sua Palavra! Só!

Ninguém mais treme diante da Palavra de Deus! Não a tememos! Não há temor!
Levei a meditar quando encontrei em Isaías 66:3b o texto que diz: 'A este eu estimo... que treme diante da minha Palavra'

Além do mais, o nascimento de Jesus não fez nada pelo homem! O nascimento de Jesus não salva, o que salva é a Sua morte e ressureição! Não é mesmo?

Ah! Sim! Ficamos alegres pelo Seu nascimento, porque uma esperança surgiu! Aquilo que era sombras, finalmente desatou o início da possibilidade da execução do plano de Deus para o homem!

Jesus nasceu, recebeu uma boa grana para tocar Sua vida e Seu ministério, ter onde viver no Egito, em Nazaré, e sobrar uns tantos para a bolsa do Seu ministério em Jerusalém.

Mas, voltando aos nossos dias, não achei nenhuma referência ao nascimento de Jesus na mídia, impressa, e visiva.

Só existe o papai Noel, aquele que é maioral dos duendes! Ugh!
Eu sempre tive medo do papai noel, nunca me inspirou confiança. Eu só chegava perto por causa dos presentes. Não tinha outra forma de ganhá-los! Tinha que ir até ele! Borrado, mas ia!

Acho que aí a gente aprende a fazer o que não quer por causa do objeto de desejo.

Nada melhor que uma boa fábula para ganhar uns trocados!
Mas e as famílias que se endividam só para não deixar de dar um presente de Natal? Que vergonha. Já pensou meu filho chegar diante de seus amigos seu o seu presente? Ugh!

AH! Chega! Cansei!

Feliz Ugh Natal Ugh!

Se não entendeu o que escrevi, te convido a observar o que acontecerá na virada deste dia 24 para o dia 25:

Muitos fogos de artifício, tiros até...
Ligue uma rádio.... e pasmem, músicas de carnaval!

Pois é! Natal também é carnaval!

Pense nisto enquanto lhes digo:

Graça e Paz!

Ainda não terminei!
Se jesus nascesse em nossos dias? Com celular, internet, google? Assista:

AGORA SIM!
JESUS NASCEU PARA QUE O AVIVAMENTO PUDESSE CHEGAR A PORTO ALEGRE!
ORA VEM SENHOR JESUS!

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

O que a TV não mostra

Copiado descaradamente do site www.casalcomdeus.com.br

O que a TV não mostra

            Um estudo, realizado no Centro Médico de Seattle nos Estados Unidos e publicado na revista Pediatrics, afirma que cada hora por dia passada em frente à TV aumenta, em média, em 10% as chances de que a criança desenvolva a síndrome do déficit de atenção. A discussão sobre o papel que a TV deve ter na educação das crianças e os resultados dela há muito tem sido aprofundada. Também há muito tempo está aberta a discussão sobre o papel da mídia em geral e mais especialmente da televisão na formação da personalidade violenta das crianças. Muitos sinais já apontavam para uma forte correlação entre o aumento da violência na TV e o aumento do comportamento violento e agressivo entre crianças e jovens. O que não se sabia é que esta correlação era tão estreita e os números tão alarmantes.
            Isso é o que mostra as mais recentes pesquisas realizadas pela Sociedade Americana de Pediatria, Sociedade Americana de Psiquiatria, Sociedade Americana de Psicologia e Sociedade Americana de Infância e Adolescência. Algumas destas pesquisas, realizadas ao longo de 15 anos, trazem a público dados no mínimo preocupantes.
            Ao assistir à TV uma criança presenciará 20 atos violentos por hora. Uma criança americana média assiste a TV 28hs por semana. Ao chegar aos 18 anos terá visto cerca de 16.000 assassinatos e 200.000 atos de violência. Há que se levar em conta que a televisão americana é muito mais conservadora em termos de exposição da violência e sensualidade do que a TV brasileira.
            Uma grande pesquisa realizada com mais de 10.000 horas de programas obteve os seguintes e alarmantes números:
- 60% dos programas contém violência;
- 70% das pessoas que cometem violência neste programas não demonstram remorso;
- 73% das violências ficam impunes;
- 40% de toda a violência é praticada com humor;
- Mais de 50% das cenas de violência dos programas de televisão, se praticadas na vida real poderiam ser letais ou incapacitantes;
- Talvez mais perturbador ainda seja o fato de que 40% da violência foi realizada pelo mocinho ou pelo “herói” que acaba sendo o modelo de todos nós.
- Menos de 5% dos programas violentos incorporam algum tipo de mensagem contra a violência ou que mostre as consequências dela.
            Segundo as pesquisas, não importa se a violência é apresentada em um filme, comercial ou mesmo no mais simples desenho animado, o resultado é o mesmo. Até o “inocente Pernalonga pode ter um efeito negativo a longo prazo sobre a criança” por causa da violência apresentada, segundo pesquisadores da Universidade de Michigan .   
            Os pesquisadores entendem que “a criança que vê violência na televisão pode não entender que a violência real machuca e mata pessoas”. Mais ainda, “se o mocinho usa violência, a criança pode aprender que é certo usar a força para resolver os seus problemas”. Preocupação maior ainda ocorre com os videogames onde, segundo os médicos e psiquiatras a violência ocorre de maneira interativa o que facilita ainda mais à criança e ao adolescente a repetição deste tipo de comportamento.

O resultado da violência na mídia sobre as crianças

            “Provavelmente a mais clara evidência que nós temos de que a televisão influencia a maneira de pensar e de comportar-se de uma criança, é o fato de que empresas de propaganda investem literalmente bilhões de dólares tentando influenciar as percepções, escolhas e comportamento das crianças através de comerciais”. A afirmação do Dr Brian L. Wilcox membro da Academia Americana de Psiquiatria e professor da Universidade de Nebraska, não deixa dúvida de que se os comerciais influenciam, também a violência apresentada o fazem.
            Um estudo com crianças de 707 famílias em 17 anos entre outros achados mostrou que os que assistiam à televisão menos de 1h ao dia cometeram 5.7% de atos violentos que resultou em machucado sério. Dos que assistiram entre 1h e 3hs 18,4% cometeram violência e mais de 3hs 25,3%, numa clara evidência de que a agressividade é proporcional ao tempo de exposição à violência.
            Um outro estudo da Universidade da Pensilvânia realizado com 100 alunos de pré-escola antes e depois de desenho animado com cenas violentas mostrou que quem assistiu estes desenhos estava mais predisposto a discutir, desobedecer as regras da sala de aula, bater nos colegas, deixar as tarefas sem concluir e com menos paciência do que os que assistiram desenho sem nenhuma violência.
            A conclusão final dos estudos sobre a criança exposta à violência da mídia é a seguinte:
- A criança se torna menos sensível à dor e ao sofrimento dos outros.
- A criança se torna mais amedrontada com o mundo ao seu redor. Hoje se sabe que cerca de 20% das crianças fazem uso de algum tipo de medicamento antidepressivo. Estima-se que nos próximos 10 anos este número possa chegar a 50%.
- A criança se torna mais atraída por agredir outros.
- A criança se torna imune ao horror da violência.
- Gradualmente aceita a violência como meio de resolver seus problemas. Ela percebe nos desenhos que isso dá resultado e que não há punição para a violência.
- Imita a violência que observa na TV sem entender que aquela violência pode machucar ou mesmo matar se for praticada na vida real.
- A criança identifica-se com certas características das vítimas ou dos agressores. Isso pode torná-la igual à vítima ou ao agressor. Sua personalidade, seu modo de agir, irá imitar um dos dois.
- Os efeitos sobre a criança podem ser vistos mesmo após 15 anos da exposição à violência.
- Criança que assiste muita violência na TV por volta dos 8 anos de idade está mais sujeita a ser presa ou processada por atos criminais quando adulto segundo um estudo de 17 anos (Dr Leonard Eron - Universidade de Illinois - EUA)
            Ou seja, temos que entender que a violência da mídia seja na TV, computador, videogames, etc irão produzir algum efeito nas nossas crianças. De alguma forma esta violência terá mais cedo ou mais tarde sérias consequências sobre sua personalidade. Há ainda um fato relevante a ser considerado, que é a época em que os estudos foram realizados. Isto porque a violência na TV de 10 ou 15 anos atrás não pode ser comparada com a de hoje. Isto leva a uma pergunta: se isso foi observado naquela geração o que podemos esperar na de hoje?

O que fazer para reverter os números?

            A Sociedade Americana de Pediatria (SAP) orienta 10 pontos para os pais a fim de que os efeitos da exposição excessiva à TV possam ser evitados.
1 – Dê limites: A SAP orienta que toda criança com menos de 1 ano de idade não deve assistir à TV e que todas com mais de 2 anos devem assistir apenas 1 ou 2 horas ao dia de programação educativa e não violenta. Durante a realização das tarefas da escola a TV deve estar desligada.
2 – Planeje o que seu filho pode ver: escolha os desenhos e filmes que seu filho pode assistir. Busque os educativos e instrutivos.
3 – Assista TV com seu filho: você poderá filtrar o que a criança vê e explicar para ela as diferenças entre show, comercial, desenho e vida real. Se você não pode assistir junto, grave os programas para ver depois e discutir com seu filho a mensagem apresentada.
4 – Busque a mensagem correta: escolha programas com mensagem correta. Busque ensinar ao seu filho o que é certo e desligue a TV se a mensagem não é educativa ou sem violência. Como cristãos podemos adotar e versículo de Filipenses 4:8 “Finalmente irmãos, tudo que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento
.”. Veja se os programas que seu filho assiste preenchem estes requisitos”.
5 – Ajude seus filhos a resistirem aos comerciais: ensine a eles que o objetivo dos comerciais é levar as pessoas a comprar coisas que eles não necessitam. Sempre que houver pedido de compra por parte de seu filho, faça-o refletir se de fato necessita do que está pedindo. Uma pesquisa realizada na Inglaterra mostrou que 94% das crianças entrevistadas estão viciadas em compras aos 10 anos de idade.
6 – Busque vídeos de qualidade: há no mercado inúmeros filmes, desenhos e vídeos em geral que mostram conteúdo sem violência e educativo. Mesmo um desenho animado pode ser violento. A revista Time classificou “O Rei Leão” como um dos mais violentos desenhos animados já produzidos. Há no mercado muitas fitas evangélicas com conteúdo bíblico e com preços acessíveis.
7 – Dê à criança outras opções: assistir à televisão torna-se um vício. Dê a seu filho a chance de desenvolver outros hábitos saudáveis e estimule-o. Tais como: jogar (jogos simples); leitura; atividades com família, amigos e vizinhos; aprender um hobby; aprender um esporte, aprender a tocar um instrumento ou aprender algum tipo de arte (como pintura).
8 – Dê o exemplo: A SAP salienta que nós pais somos o mais importante modelo para nossos filhos. Copiar nossas atitudes é quase uma regra. Por isso a SAP recomenda que nós comecemos desligando a televisão ou que limitemos o tempo dela ligada. Ainda mais, que escolhamos programas para assistir com mensagem adequada para que se a criança passar no momento em que estejamos vendo ela perceba que temos sabedoria na escolha.  Nosso testemunho é fundamental.
9 – Expresse seu ponto de vista: dê sua opinião sobre o que está passando. Escreva para a TV, para o jornal, para o rádio. Mande e-mail ou carta. Manifeste-se. Não fique passivo. Foi a partir da manifestação dos pais americanos que surgiu o sistema de classificação de filmes e TV que foi desenvolvida pela SAP e é usado pela TV americana. Nós cristãos devemos ser mais ativos e praticar o que está em Romanos 12:2: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. Não se conforme. Manifeste-se
10 – Busque mais informações: a SAP disponibiliza sites e telefones com informações sobre os filmes e desenhos. No Brasil ainda não há nenhum correspondente a isto. Mas é possível você buscar entre seus amigos, pastores, educadores, líderes cristãos em geral as informações sobre filmes e desenhos. Não se deixe atrair pela propaganda. Informe-se antes.

            Busque sabedoria de Deus para o que seu filho merece ou não assistir. Busque conselhos: Pv 11:14 “Não havendo sábia direção, cai o povo, mas na multidão de conselheiros há segurança”.
            Se ao ler estes artigos você identificou-se com o que foi apresentado e reconhece que errou com seu filho, lembre-se o que diz em I João 1:9 “se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”. Peça perdão ao seu filho e recomece de novo. Deus sempre está pronto para ajudar-nos.


Referência Bibliográfica
1 - Television and the Family, American Academy of Pediatrics
2 - Television – What Children See and Learn, American Academy of Pediatrics
3 - Unsafe and Violent Behavior in Commercials Aired during Televised Major Sporting Events, Pediatrics jun/2004
4 - Childhood Exposure to Media Violence Predicts Young Adult Aggressive Behavior, according to a new 15-Year Study, American Psychological Association mar/2003
5 - Violence in the Media – Psychologists Help Protect Children from Harmful Effects, American Psychological Association
6 - Violent Video Games – Psychologists Help Protect Children from Harmful Effects, American Psychological Association
7 - Violence on Television. American Psychological Association
8 - The Influence of Music and Music Videos, American Academy of Child and Adolescent Psychiatry
9 - Children and TV Violence, American Academy of Child and Adolescent Psychiatry
10 – Understanding Violent Behavior in Children and Adolescents, AmericanAcademy of Child and Adolescent Psychiatry
11 – Mais de 50% dos filmes de censura livre nos EUA têm cigarros, álcool ou drogas, diz estudo – BBC Brasil – julho/2004.
12 – Criança não deve ver televisão sozinha – Folha de São Paulo – dezembro/2004
13 – Criança até 2 anos não deve assistir TV, diz estudo – BBC Brasil – abril/2004
14 – Understanding the impact of media on children and teens, American Academy of Pediatrics
15 – Childhood exposure to televised violence may predict aggressive behavior in adults, American Psychological Association
16 – Three-year study documents nature of television violence, American Psychological Association
17 – Unraveling new media’s effects on children, American Psychological Association

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Honra a quem devemos honra!

Lucas capitulo 9 versiculo 59 a 62:


E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: Senhor, deixa que primeiro eu vá a enterrar meu pai.
Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu vai e anuncia o reino de Deus.
Disse também outro: Senhor, eu te seguirei, mas deixa-me despedir primeiro dos que estão em minha casa.
E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.

Jesus estava chamando pessoas para anunciar o reino.
Mas elas tinham outras coisas mais importantes para fazer.
Quem são os mortos? Quem são os que anunciam o Reino? Quem são os inaptos para o Reino?

Os mortos são os que não fazem parte do Reino, não são súditos, não servem ao Reino.
Os que fazem parte, são súditos, estes anunciam o Reino.
Os que olham para sua própria vida, seu próprio umbigo, seus próprios sonhos, em detrimento dos sonhos do Rei, não está qualificado para ser súdito!

Nós, brasileiros contemporâneos não entendemos nada de reis, rainhas, reinados, súditos, servos.
Nós brasileiros, não estamos mais acostumados a servir, a honrar, a nos humilhar diante de um senhor.
Nós não sabemos mais honrar, pois somos deshonrados em todas as áreas do nosso cotidiano.

Não somos honrados nem andando sobre uma faixa de segurança para pedestres.
Nossos filhos estão sendo mortos sem honra, pela droga, pelos vícios.
Nossas filhas estão sendo deshonradas, prostituídas, destruídas impiedosamente!
Não sabemos mais ser server, queremos ser servidos!

Ninguém que não queira servir está apto para o reino, que seja humano, natural, quanto espiritual, celeste!

É isto que Jesus está dizendo!

Não honramos o Rei Jesus! Não o seguimos! Não anunciamos mais o Reino! Temos coisas mais importantes para fazer!

O Reino de Deus começa pela honra!
Honrar pai e mãe!
E quanto a honrar o Pai?
Honrar o pastor de minha congregação, então?
Honrar meus discípulos, então?
Honrar minha esposa, então?
Honrar meus filhos, então?
Honrar meu patrão?
Honrar as autoridades?

Perdão Pai, quando esquecemos o que é honrar!

Venha o avivamento para Porto Alegre!

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Nossos últimos 31 anos de casados

Neste dia de 11 de novembro completamos 31 anos de casados.
Fomos à cidade de Osório, onde somos professores no curso de formação de líderes da nossa congregação.
Preparamos um bom churrasco para nossos alunos e familiares.

Neste vídeo, assista a alguns momentos de nosso encontro onde lí o texto abaixo. à minha direita, a Sandra, á minhe esquerda a testemunha... a sogra... Adda.

ject">



São 31 anos de casados!

Fiz alguns cálculos estatísticos.

Com uma margem de erro de mais ou menos 5 pontos percentuais, acumulamos:

11.315 camas arrumadas,

67.890 refeições sempre gostosas preparadas só para nós dois, sem falar dos filhos,

45.260 beijos com menos de 3 segundos,

3.348 beijos com pelo menos 5 minutos,

10 brigas de sem se falar o dia todo,

300 vasos/arranjos de flores dados,

3 partos ainda com sucesso,

23 ocasiões de luto por morte de um parente ou amigo,

16.740Km rodados de ida e vinda à casa da sogra,

226.300 minutos no telefone com a sogra,

372 pares de sapatos comprados para ela,

31 pares de sapatos comprados para mim,

744 pinturas nos cabelos dela,

226.300Kg de roupas lavadas,

145 festas de aniversário preparadas,

291.648 sorrisos de alegria ao se olhar,

Vale a pena! Os números não mentem!

.o0o.

Enviei o texto acima para diversos amigos e irmãos e recebi do Siegfried, quem me levou para um encontro com Jesus fazem 27 anos:

Queridos Omar e Sandra,recebam de Irma e de mim as bênçãos e conteúdo do poema que escrevi pra ela a tempos atrás.

Feliz aniversario de casamento.

E que o PAI dessa a terra em muitas virações do dia como ELE o fazia com Adão e Eva para ter comunhão com eles e para abençoá-los.

Com amor Irma e eu Sieg, em 11/11/2010

UM CÉU DE AZUL E OURO

No crepúsculo, ao por do sol...
No momento mais lindo e lento do dia,
Os pássaros em revoada alegre, e divina coreografia,
Despedem-se do dia que declina.
Também as flores, exalando seu mais doce perfume.
São cores, odores, movimentos de alegria,
Deixando na terra suas marcas.
Enfim “os céus proclamam a glória de Deus”
“Não há linguagem nem palavras” para descrever,
este ponto da história de nós dois.
Independente do que vem depois,
É hora de admirar e extasiar, na solene e linda,
“Viração do dia”
O PAI amoroso desce a terra, e vem reger a grande sinfonia,
Sob um céu de azul e ouro.
E nos outorga o régio e divino privilégio,
De colher o resultado, de uma longa semeadura.
Ergue os olhos um momento.
Fica na pontinha dos pés, IRMA!
E olha, onde a terra fica, e tudo mais é céu.
UM CÉU DE AZUL E OURO

Querida Irma(leia-se Sandra), Feliz aniversário.Manterei a promessa que fiz a ti
E a Deus que te entregou pra mim.

Siegfried(leia-se Omar).
.o0o.

Graça e paz!

AVIVAMENTO É ISTO AÍ!
ALEGRIA NO ESPÍRITO SANTO!
FINCAR MARCOS!
CUMPRIR VOTOS!
SER FELIZ!
O cordão de três dobras não se rompre!



sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Apaixonado por livros

Livros, livros, livros!
Sou apaixonado por livros!
Queres passear pelo tempo? Entre num cebo, numa livraria, numa biblioteca...
Abra seus livros, passe seus dedos pelas páginas rugadas pelo tempo, sinta o cheiro do papel, feche os olhos e parta! Inicie seu passeio!
Sente-se num canto, leia, atire-se dentro da trama, ande pelos lugares descritos, diga o que os personagens dizem, pense o que eles pensam, abrace-os, imagine suas vestes - toque-as, veja seu andar, ouça suas vozes. Transporte-se! 
Certo dia ao visitar Jerusalém também disse: "Que pedras, que construções!"

Eu lá já havia estado, lá na entrada do Templo, muito tempo atrás, ao ler Marcos 13, eu já tinha passado minhas mãos nas fendas, já tinha colocado meus pés naqueles degraus, já tinha visto pelos olhos de minha mente a grandeza daquelas pedras. Eu lá já havia estado!
Livros, livros, livros!

Sou apaixonado por livros!
Queres experimentar novas experiências? Li recentemente a biografia de uma pregadora cristã. Naquelas páginas viví sua vida, senti seus medos, angustiei-me com suas angístias, irritei-me com seus erros, rí nas suas alegrias, fiquei feilz com sua felicidade, chorei na sua morte!

Livros, livros, livros!

Sou apaixonado por livros!
Queres adquirir sabedoria? Abri recentemente um armário onde guardo livros e polígrafos desde minha conversão! Voltei no tempo, toquei nas páginas rugadas, cheirei profundamente, lentamente, folheei, relí, relí, separei alguns para outra releitura! Minha mente se refrescou! Os ensinos de quase trinta anos agora fazem parte de minha vida, meu cotidiano! Estão lá gravados para sempre disponíveis para as gerações!

Livros, livros, livros!

Sou apaixonado por livros!

"Assim fala o SENHOR, Deus de Israel: Escreve num livro todas as palavras que eu disse." (Jeremias 30:2)
Se não fosse tão fantástico, o Deus de Israel não teria dito isto!
Consegues ouvir sua voz?

Promoção Blogosfera Apaixonada

Promoção Blogosfera Apaixonada


A Livraria Casa da Bíblia Online iniciou no dia 8 de novembro de 2010 uma grande promoção aberta a toda blogosfera que é apaixonada por livros e sabe da importância deles em nossa vida cristã.

A promoção vai até o dia 30 de novembro de 2010 e vai premiar os três melhores posts sobre o tema: “A importância da leitura para a vida cristã”. O primeiro colocado vai ganhar um vale-compra em Bíblias e livros no valor de R$ 300,00, o segundo no valor de R$ 150,00 e o terceiro no valor de R$ 100,00.

Além de premiar os melhores posts sobre o tema, a Livraria Casa da Bíblia Online estará realizando sorteios de livros durante todo o período da promoção aos inscritos, promoções no twitter, descontos de até 80% em produtos e sorteios de brindes aos consumidores.

Todas as informações da campanha estão no site http://www.maiscb.com.br/. Acesse e faça já sua inscrição se você é um apaixonado por livro.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Da série "Pacto conjugal" - O que fazer a dois, quando estamos sózinhos?

Tem uma coisa: Ler a Bíblia!
Uma coisa boa, que une o casal, é ler um para o outro em algum momento de repouso.

Por exemplo, a Sandra estava fazendo bijuterias na cama e eu vendo televisão.
Eu peguei a bíblia, perguntei se podia ler para ela, apaguei a televisao, e comecei a ler o livro de Ester.
Fui até cansar. na verdade parava em algum ponto e meditava em voz alta sobre o significado da passagem.

Depois lemos Daniel, Neemias... depois fomos para os evangelhos...

Só para ver como o Senhor fala pela Bíblia, nos três livros que lemos (Daniel, Neemias e Ester) tem um rei que atende um pedido, com a expressão:

Que me pedes, agora?

Meditamos nisto e concluimos que o Senhor é Deus doador, sua essência é o amor e amor faz o que for necessário para sermos felizes, e não cobra nada em troca!

Foi um tempo muito bom, nos aproximamos juntos como casal, não só entre nós, mas ao Senhor também, entende?

Nossas vidas mudaram de lá para cá!

Ví um documentário sobre o ex-presidente dos Estados Unidos, batista, Jimmy Carter.
É costume do casal ler pelo menos um capítulo da bíblia antes de dormir.
Mas quando estão separados, devido alguma viagem, os dois lêem o mesmo capítulo da bíblia antes de dormir.
Isto os mantém unidos, masmo separados pela distância!

A Bíblia é um livro relativamente pequeno! se duvida, entra numa biblioteca de livros médicos e vais saber o que é um livro grande.

Podemos ler toda a bíblia em aproximadamente 60 (sessenta) horas, ora isto são menos de tres dias.

Eu li o livro "2001 uma odisséia no espaço" em 15 horas. Peguei na biblioteca do colégio, almocei, comecei a ler no início da tarde, e só parei as quatro horas da manhã!

Não sei porque inventaram estes programas de leitura da bíblia em um ano! UM ANO! É muita besteira!
E já ví gente levantar a mão com orgulho, quando o pastor perguntou do púlpito:

"Quem já leu a bília toda?" ou "Quem lá leu a Bíblia em um ano?"

Veja bem, medite no que estou dizendo!

Se o novo testamento da minha Bíblia tem 228 páginas, eu leio uma página em 2 (dois) minutos, então:

228 x 2 = preciso de 456 minutos para ler todo o novo testamento.

Isto são pouco menos de oito (OITO) horas para ler TODO o novo testamento!

Posso, então, ler TODO o novo testamento tranquilamente em duas tardes!

Porque tem que ser em SEIS MESES?????

Na praia, nas férias, já sabes o que fazer em duas tardes!

Gente, a leitura da palavra é o que lava a nossa alma!

Se não entendeu o que Paulo disse, leia Efésios 5:25-27
e saiba como se lavar!

AVIVAMENTO JÁ!
COM A LEITURA DA TUA PALAVRA, SEREMOS SANTIFICADOS, APTOS PARA A OBRA, PORQUE SEM SANTIFICAÇÃO, NINGUÉM VERÁ A DEUS!
EU QUERO TE VER, EU QUERO VER A TUA GLÓRIA!
AVIVAMENTO JÁ!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Da série "Pacto conjugal" - A cobertura espiritual da família - Botando a cara pra bater

A prioridade da cobertura MINISTERIAL!

Entenda-se de cobertura como a capacitação dada por Deus para proteção de alguém mais fraco na fé, ou vulnerável, o qual, por falta de conhecimento, fé ou até arrependimento pode ser tocado pelo diabo e suas hostes malignas, e até destruído.
E tudo isto bem debaixo das nossas barbas!

Mas o Senhor, na Sua sabedoria, deixou instruções e ferramentas poderosas para defesa e ataque.

A cobertura espiritual é uma ferramenta, uma arma de defesa!

Para os homens - casados, é claro...:

a) Esposa
b) Filhos
c) Discípulos
d) Ministério na igreja

Para as mulheres - casadas, é claro...:

a) Filhos
b) Discípulos
c) Ministério na igreja

Para homens e mulheres solteiros (sem filhos):

a) Discípulos
b) Ministério na igreja

Para homens e mulheres solteiros mas tem filhos (só para ser político)
a) Filhos

b) Discípulos
c) Ministério na igreja


Esta ordem - a), b), c) - não tem nada a ver com o "amar a Deus acima de todas as coisas", como algum crítico religioso de plantão pode estar pensando! Estou falando de cobertura espiritual! Ninguém protege a Deus, certo? ... Certo?

A mulher só intercede pelo homem diante do diabo quando aquele (o seu marido) está fora dos caminhos do Senhor. Ou em pecado, ou incrédulo, etc... ou seja quando êle está espiritualmente desqualificado. Mesmo assim, por sua vez, sob a cobertura espiritual de um pastor, homem (as pastoras receberão um post no futuro onde explicarei isto)!

Estou falando para casais casados, cristãos, convertidos, batizados, congregando, ok?
Se incluem aqui por misericórdia e para acalmar os ânimos, os solteiros que tem filhos, mas que arrependidos, foram regenerados pelo sangue do Senhor Jesus!

Fora disto, o que escrevo não se aplica! Fora disto, está como o diabo gosta! Confusão!

É o que vemos, lemos e aprendemos nos evangelhos.

Agora, esta prioridade, não só no cuidado do dia a dia, mas além disto, como ATALAIAS!
Vigias cuidando se o inimigo está se aproximando, prontos para reagir a tempo de mandar bala nêle, antes que nos cause estrago.

O vigia não pode dormir, deve estar corretamente posicionado, pois a família será atacada pelo inimigo e haverá lutas e prejuízos.

Não é o que vemos nas famílias? Sendo atacadas e nem sabem de onde vem o ataque?

Agora o que o Senhor me falou fortemente:

Somos, os esposos, os intercessores.

Quando intercedemos junto ao Senhor por alguém, é como se nos colocásse-mos entre a pessoa e o Senhor Jesus e dizemos-lhe:
Senhor salva, cura, perdoa, etc...
Certo?

Agora, como intercessores da nossa família, como protetores, dando cobertura espiritual para nossa família, nos colocamos entre a esposa ou filhos, e o diabo e suas hostes espirituais do mal, e dizemos-lhes:
Diabo e seus demônios malignos: Não tens lugar na minha esposa!
Se tentares te aproximar dela, tens que passar por mim!
Se tentares bater nela, tens que bater primeiro em mim!
Se tentares destruí-la, tens que destruir primeiro a mim!

Aí é que a coisa pega, meus irmãos!

Qual o grau de santidade, de comunhão com o Senhor uma pessoa precisa para se colocar desta maneira na frente do diabo?

Estamos alicerçados na Rocha?

Como estão nossas esposas e filhos, protegidos? Cadê os homens com "H" maiúsculo?

Entende porque as famílias estão sendo destruídas? Não há quem lhes proteja!

Ora! Adão não descuidou da Eva? E deu no que deu? A regra, lei, ordem, continua sendo a mesma!
Mas temos boas notícias!
O Espírito Santo é nossa retaguarda,

Efésios 7:13-17 Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis.
Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade e vestindo-vos da couraça da justiça.
Calçai os pés com a preparação do evangelho da paz;
embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno.
Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;

PAI! DÁ-NOS ENTENDIMENTO DESTAS COISAS!
CAPACITA-NOS A SER ATALAIAS PARA QUE VIGIEMOS E OREMOS E PARA QUE NÃO NOS CANSEMOS E DURMAMOS!
AVIVAMENTO É ISTO: HOMENS E MULHERES ATALAIAS, VIGIANDO EM TODO TEMPO!
NÃO TEMOS MAIS TEMPO PARA PERDER TEMPO!
EM NOME DE JESUS!

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Da série "Pacto conjugal" - Quantas vacas a sua esposa vale?

Postado originalmente no blog evaldos, e descaradamente copiado!

Esta é uma história famosa de um jovem chamado Johnny Lingo. Eu vou postar porque exemplifica como você pode mudar a vida de outra pessoa - PARA MELHOR - dando a ela um valor que ela ainda não reconhece que tem.
....
Quando viajei de vapor para Kiniwata, uma ilha no Pacífico, levei um caderno de anotações. Ao voltar, trazia-o cheio de descrições da flora e da fauna, dos costumes e trajes nativos. Mas a anotação de que mais gosta é a que diz: “Johnny Lingo deu oito vacas ao pai de Sarita.” Lembro-me dela sempre que vejo uma mulher humilhando o marido ou uma esposa murchando por causa do desprezo do seu cônjuge. Sinto vontade de dizer-lhes: “Vocês deviam saber por que Johnny Lingo pagou oito vacas pela esposa’


Johnny Lingo não era seu nome verdadeiro. Mas assim o chamava Shenkin, o gerente da casa de hóspedes em Kiniwata. Shenkin vinha de Chicago e tinha o hábito de americanizar os nomes dos ilhéus. Mas muita gente chamava johnny desse jeito. Se eu quisesse passar alguns dias na ilha vizinha, Nurabandi, Johnny me levaria. Se quisesse pescar, ele me mostraria o lugar ideal. Se buscava pérolas, ele conseguiria as melhores barganhas. Embora todos em Kiniwata se referissem a Johnny Lingo com grande respeito, ao mesmo tempo falavam dele com um sorriso meio zombeteiro.

— Peça a Johnny Lingo para ajudá-la a encontrar o que deseja e deixe-o pechinchar — aconselhou-me Shenkin. — Johnny sabe fazer negócios.

Um menino sentado por perto morreu de rir:

— Johnny Lingo! — repetiu.

Fiquei intrigada:

— O que é que há? Todos me mandam procurar Johnny Lingo e depois dão risada. Qual é a graça?

— Oh, as pessoas gostam de rir -- disse Shenkin, dando de ombros. — Johnny é o rapaz mais inteligente das ilhas e, para a idade, o mais rico.

Continuei sem entender:

— Mas se ele é como você disse, qual o motivo do riso?

— Só uma coisa — Shenkin respondeu. — Há cinco meses, no festival de outono, Johnny veio a Kiniwata e encontrou uma esposa. Pagou ao pai da moça oito vacas.

— Deus do céu! — não pude deixar de exclamar.

Duas ou três vacas comprariam uma esposa de bonita a média, e quatro ou cinco, uma mais do que satisfatória.

— Não é feia — admitiu Shenkin, com um sorrisinho. — Mas os mais caridosos diriam que Santa é sem graça. Sam Karoo, o pai, tinha medo de que ela ficasse encalhada.

Não pude deixar de me espantar:

— E aí recebeu oito vacas por ela? E por que você a acha sem graça?

Shenkin sorriu de novo:

— Eu disse que seria caridade chamá-la de sem graça. Era magrela. Andava com os ombros caídos e a cabeça baixa. Tinha medo da própria sombra.

Bem, acho que não há explicação para o amor — concluí.

— Os aldeões riem quando falam de Johnny — Shenkin continuou. — Sentem uma satisfação especial pelo fato de o comerciante mais esperto ter sido enrolado pelo burro do Sam Karoo. Imagine que os primos de Sam lhe disseram para começar pedindo três vacas e fincar pé em duas até ter certeza de que Johnny pagaria apenas uma. Aí Johnny procurou Sam Karoo e disse: “Pai de Santa, eu lhe ofereço oito vacas por sua filha.”

— Oito vacas — murmurei. — Eu gostaria de conhecer esse Johnny Lingo.

Eu queria peixe. Queria pérolas. Assim, na tarde seguinte, aportei com meu barco em Nurabandi. E notei, ao perguntar onde ficava a casa de Johnny, que o nome não provocava sorrisos zombeteiros nos ilhéus. Quando o rapaz esbelto e sério me recebeu com graça em sua casa, fiquei contente ao ver que sua própria gente o respeitava. Sentamos e conversamos.

Quando ele soube que eu vinha de Kiniwata, perguntou:

— Falam de mim naquela ilha?

—Dizem que o senhor me ajudará a conseguir qualquer coisa que eu queira — respondi.

Seu sorriso foi delicado:

— Minha esposa é de Kiniwata. Falam dela?

— Um pouco — tive que admitir.

A pergunta seguinte me pegou de surpresa:

— O que dizem?

— Disseram que o senhor se casou durante a festa de outono — tive que responder. Johnny continuou sorrindo. — Também dizem que o acordo de casamento foram oito vacas. Fiz uma pausa. — Eles se perguntam por quê.

— Eles perguntam isso? — Seus olhos brilharam, cheios de prazer. — Todo mundo em Kiniwata sabe a respeito das oito vacas? — Assenti com a cabeça. Ele prosseguiu: — Em Nurabandi todos também sabem. — Seu rosto encheuse de satisfação. — Daqui para a frente, sempre que falarem de acordos de casamento, lembrarão que Johnny Lingo pagou oito vacas por Santa. Ali estava a resposta, pensei — vaidade.

Então eu a vi. Ela entrou na sala e colocou flores sobre a mesa. Ficou parada um instante, sorriu para o rapaz ao meu lado e tornou a sair. Era a mulher mais bonita que eu já vira. A postura ereta, a inclinação do queixo, o brilho nos olhos, tudo demonstrava a consciência de um orgulho a que tinha direito.

Ao voltar-me para Johnny Lingo, ele me olhava.

— A senhora a admira? — ele perguntou.

— Ela... ela é gloriosa — eu disse.

— Só existe uma Santa — ele afirmou sereno. — Talvez seja diferente da descrição que lhe fizeram em Kiniwata.

— Muito diferente fui sincera. — Me disseram que ela era sem graça e que o senhor se deixou tapear por Sam Karoo.

Um sorriso deslizou por seus lábios:

— A senhora acha que oito vacas foi demais? — perguntou.

— Claro que não, mas como é que ela pode estar tão diferente? — não pude deixar de dizer.

— A senhora já pensou — ele perguntou — o que deve significar para uma mulher saber que o marido pagou o mais baixo preço para comprá-la? Quando as mulheres conversam, elas se gabam do que o marido pagou por elas. Uma diz quatro vacas, outra, talvez seis. Como se sente a mulher vendida por uma ou duas? Isso não podia acontecer com a minha Santa.

— Então, o senhor fez isso só para fazê-la feliz?

Então, ele olhou para mim, sério:

— Sim, eu queria que Santa ficasse feliz. Mas queria mais do que isso. A senhora diz que ela está diferente. É verdade. Muitas coisas são capazes de mudar uma mulher. Coisas que acontecem por dentro, coisas que acontecem por fora. Mas o que mais importa é o que ela pensa sobre si mesma. Em Kiniwata, Santa achava que não valia nada. Agora sabe que vale mais do que qualquer outra mulher das ilhas.

— Então o senhor queria... — manifestei espanto. Ele prontamente afirmou:

— Eu queria me casar com Santa. Eu a amava, e a nenhuma outra.

Comecei a compreender:

—Mas...

Ele concluiu suavemente:

— Mas eu queria uma mulher de oito vacas.
..........

Daí, pergunto quantas vacas vale sua esposa?

Ela sabe disto? é reconhecida e valorizada por você?

E mais ainda, quantas vacas voce vale para Deus?

Respondo: a vida de seu próprio filho, Jesus!
Você vale muuuito para Jesus!
Aliás, diz a Sua Palavra, que uma alma vale mais que todo este planeta!
 
EU VALHO MUUITAS VACAS!
EU AMOS JESUS PORQUE ME COMPROU COM SEU SANGUE!
 
AVIVAMENTO JÁ!

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Da série "Pacto conjugal" - Vida a dois é como um jardim...

recebí um e-mail onde uma estória contava de um homem tão afastado de sua esposa que sequer percebeu sua doença fatal.
No fim de longo, mas agradável texto acabava assim:

Vida a dois é como um jardim...

Voce já fez um jardim?

Eis a fórmula:
Limpe um canto de terra, afofe a terra com uma pequena pá, coloque adubo,
enterre algumas sementes de flores. Pronto!

Pronto?... Não...
Cerque para ninguém pisar em cima;
Proteja do sol forte com um tecido leve;
Coloque uma tela para os pássaros não comerem as sementes...

Pronto?... Não...
Regue para não secar a terra;
Retire as ervas daninhas que estão nascendo junto com as flores;
Mas cuidado para não remover as flores...

É assim que voce cuida do seu casamento? como se fosse um jardim?

Deixe de cuidar deste jardim por um ano, e retorne o que encontrará?
Nada do que existia no início...
Mas, cardos e abrolhos... (Já lí isto em algum lugar...)

Cuide do seu jardim, e do seu casamento, e do seu cônjuge...

Pense nisto enquanto lhe digo:

Graça e Paz!

AVIVAMENTO SÃO CASAMENTOS BEM CUIDADOS,
ESPOSAS AMADAS,
MARIDOS SUPRIDOS!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Da série - Prosperidade é bíblico? Planejamento financeiro

Provérbios 27:12 diz: "O prudente percebe o perigo e busca refúgio; o inexperiente segue adiante e sofre as conseqüências."

O seguinte plano financeiro ajudará primeiro uma pessoa ou família para eliminar dívidas, e proverá diretrizes para ficarem fora de dívida.

1. Transfira a propriedade de cada posse a Deus (Salmo 8:6, Deuteronômio 5:32-33).

2. Dê a Deus a parte dele, o dízimo, de seu salário bruto, primeiro (Malaquias 3:10, Provérbios 3:9-10).

3. Não permita mais nenhuma dívida, inclusive empréstimos bancários ou pessoais, e pique os cartões de crédito se não for capaz de pagá-los integralmente a cada mês (Provérbios 24:3).

4. Desenvolva um orçamento equilibrado realístico, que permitirá todo credor receber tanto quanto possível (Provérbios 16:9).

5. Comece a eliminar as dívidas (Salmo 37:21, Provérbios 3:27-28), começando primeiro com a menor. Uma vez que a menor for liquidada, invista todo o dinheiro na próxima, e assim por diante.

Em geral, se estes passos são seguidos, a família média se livrará de dívida em mais ou menos cinco anos e o problema que causou a dívida terá sido corrigido.

Alguns Fundamentos Para a Liberdade Financeira

Mantenha Os Registros em Boa Ordem. Este é o princípio da prestação de contas. "Eu simplesmente não sei onde vai parar o dinheiro. Eu não tenho tempo para fazer os registros". Quando ouço estas afirmações tenho vontade de dizer: "Você tem tempo para se preocupar?" É preciso que você saiba o que deve, quanto possui, quanto ganha e para onde o dinheiro vai. "Por todos os meios possíveis, torne-se um homem que conhece e entende a vida..." (Provérbios 23:23). No começo pode parecer uma exercício chato ou até mesmo uma cobrança idiota. Mas se você começar a marcar todos os gastos,inclusive aqueles centavinhos, verá que no final foi comprado uma série de coisas desnecessária. E assim aos poucos poderá esta criando uma mente critica de comprar ou não. Faça o teste. Tenho dito para cada membro da Monte Hebron que o problema maior não é viver com os 90% que Deus deixa conosco, mas tentar viver como se fosse 120%.

Planeje Seus Gastos. Este é o princípio do orçamento. A liberdade financeira não é determinada por quanto dinheiro você ganha, mas sim pela forma como você gasta o que ganha. Deixe-me fazer uma afirmação importante: Nos endividamos porque gastamos mais do que ganhamos! Trata-se de uma epidemia chamada "compra por impulso". Como se soletra libertação da dívida? O-r-ç-a-m-e-n-t-o! O orçamento é simplesmente o GASTO PLANEJADO. Você está determinando para onde vai o seu dinheiro, ao invés de tentar descobrir onde é que ele foi parar! "Quem planeja com cuidado tem fartura, mas o apressado acaba passando necessidade" (Provérbios 21:5). Se não deu para comprar este mês, deixe para o outro quem sabe até lá você perceberá que pode viver sem aquela calça, aquele sapato etc.

Poupe Para o Futuro. "O homem de bom senso economiza..." (Provérbios 21:20). No país onde eu vivo, uma pessoa comum poupa em média menos de 5% de seus ganhos. Por quê? Porque vivemos numa sociedade do tipo "viva para o dia de hoje", o que significa basicamente: "Eu quero isto e o quero agora!" Adquira o hábito de poupar pelo menos uma pequena quantia cada vez que você receber.

Aprecie Aquilo que Você Já Tem. Aprenda a se sentir contente com o que já possui. Isto é difícil, porque nos comparamos a outras pessoas, pensamos que merecemos mais e, a menos que tenhamos as engenhocas mais modernas, as roupas ou o carro mais luxuosos, não nos sentimos valorizados. Confundimos o nosso valor próprio, com o nosso valor de face. "... Aprendi a estar satisfeito com o que tenho" (Filipenses 4:11). É difícil, admito, mas a Bíblia diz que devemos aprender a bênção da satisfação. Numa reunião dos diáconos estavam falando exatamente sobre esta questão de querer comprar coisas que estão na moda, ou porque todos os meus amigos estão tendo. Viver uma vida simples, mas com conforto não é difícil, e conforto às vezes é grátis.

Devolva a Deus. Significa aceitar que todas as coisas – inclusive o nosso dinheiro – no final das contas, pertencem a Deus e Ele nos pede que o devolvamos a Ele com alegria, de boa vontade, generosa e prontamente. Ele nos deu habilidade para ganhar esse dinheiro e a melhor forma de administrá-lo é fazer como Ele diz: "Dê honra ao Senhor, oferecendo a Ele a primeira parte de tudo quanto você ganha. Ele encherá completamente os seus celeiros ... até TRANSBORDAREM!" (Provérbios 3:9-10). Deus é mesmo tremendo com esta lei, se você for fiel os teus celeiros (casa, sobrevivência) serão prósperos. Por isso eu digo a Igreja (PIBJ) que eu acredito em campanha de FIDELIDADE e não de PROSPERIDADE, pois na Bíblia a prosperidade é conseqüência de nossa fidelidade.

Como usar bem seu cartão de crédito

"O prudente percebe o perigo e busca refúgio; o inexperiente segue adiante e sofre as conseqüências" (Provérbios 22:3).

O crédito e os cartões de crédito não causam problemas financeiros. É o abuso e o mau uso do crédito e dos cartões que criam os problemas financeiros. Porém, através da disciplina, os consumidores podem desfrutar da conveniência dos cartões de crédito sem entrar na armadilha da dívida, tão freqüentemente associada com o uso de cartões de crédito. Em seguida, colocamos algumas sugestões sobre como você pode usar os cartões de crédito para seu benefício e conveniência e ainda não lhes permitir que eles o controlem.

Usando cartões de crédito

As seguintes sugestões lhe ajudarão a controlar o uso do seu cartão de crédito.

Mantenha um registro de todas as suas compras efetuadas com cartão de crédito. Faça isto do mesmo modo que você registra transações de conta corrente.

Nunca use cartões de crédito para comprar qualquer coisa que não esteja em seu orçamento.

Lembre-se sempre de que só porque você tem a condição financeira para adquirir algo, não significa que você tem que comprar isto.

Preferencialmente use apenas um cartão de crédito, que poderá ser seu próprio cartão do banco. Cancele todos os outros.

Aceite um limite de crédito que você pode pagar facilmente por completo com sua renda atual, e rejeite todos os aumentos de limite de crédito.

Rejeite qualquer adicional de preço por compras com o cartão de crédito. Caso a loja insista, não efetue a compra com o cartão.

Pagando a conta

O pagamento de juros do cartão de crédito é um desperdício de dinheiro. Pague o total de sua conta na data do vencimento. Pagando integralmente, você nunca terá que pagar juros. No mesmo dia que você fizer uma compra com seu cartão de crédito, deduza este valor da categoria apropriada, no orçamento. Você gastou o dinheiro, assim ele já não é mais dinheiro disponível para gastar. Tão logo você receba seu extrato mensal, pague-o na data do vencimento.

Se você não pode pagar

No primeiro mês se você tiver uma conta de cartão de crédito, e que não possa pagá-la integralmente, destrua o cartão de crédito. Nunca o use novamente. Não adquira outro, e tente pagar integralmente o saldo devedor o mais cedo possível.

Depois de liquidar a dívida do cartão

Se você realmente necessita de um cartão de crédito, tente usar um cartão de débito. Um cartão de débito funciona como um cheque: debita sua conta corrente a quantia que você comprou. Se você precisa de um cartão de crédito para fazer reservas em hotel ou aluguel de carros e eles não aceitam um cartão de débito, tenha certeza de que você guardará seu cartão num lugar de difícil acesso, onde não será tentado a usá-lo (caso você tenha já problemas de não controlar seus gastos).

Conclusão

O melhor modo para evitar problemas financeiros é evitar as armadilhas que os causam. A causa primária de problemas financeiros para a maioria das famílias é o mau uso e o abuso de cartões de crédito. Se as famílias puderem viver sem cartões de crédito, terão vantagens. Se sentem que precisam de um cartão de crédito, seu uso disciplinado e pagamento integral na data do vencimento assegurarão o bem estar da família.

Link para a planilha de orçamento caseiro que tenho me utilizado

Postado no blog do Pr Cristiano Scuciatto (e copiado descaradamente)

Da série - Prosperidade é bíblico? - O que é dívida? Conhecendo a doença

Ninguém que está financeiramente preso pode ser espiritualmente livre, e o efeito da dívida no casamento é evidente nas estatísticas de casamentos mal sucedidos. Ser financeiramente livre ainda é o plano de Deus para o Seu Povo.

O que é dívida?

Dívida é algo que se deve. Deus não diz que não podemos pedir emprestado, mas adverte-nos contra a fiança - dívida sem um modo seguro para pagar. Mas a maior parte da dívida na América é fiança.

Dívida não é crédito. Crédito estabelece uma confiança mútua entre o emprestador e o tomador. Mas o uso indisciplinado de crédito pode rapidamente conduzir à dívida.

Crédito

Hoje, quase todas as pessoas se qualificam para possuir um cartão de crédito, mesmo que o limite seja mínimo.

Para cancelar um cartão de crédito, basta entrar em contato com a administradora e solicitar o cancelamento.

Causas de dívida

Ignorância. A maioria das pessoas não estão aptas para lidar com o dinheiro. A atitude de hoje é: Se você quiser algo, adquira-o, você merece - se você não tiver o dinheiro, financie.
Indulgência. As pessoas, em geral, tendem a sentir que devem adquirir o que querem, quando querem, e o conceito de economizar para comprar algo parece um conceito estranho.
Falta de Planejamento. Sem um plano escrito que mede e monitora a renda e a despesa, você certamente se encontrará em dificuldades financeiras.
Livre-se de dívidas

"O prudente percebe o perigo e busca refúgio; o inexperiente segue adiante e sofre as conseqüências." (Provérbios 22:3).

Dê para Deus primeiro. Seu primeiro compromisso deveria ser o dízimo de sua renda bruta.
Pare de tomar emprestado. Isto significa cartões de crédito, empréstimos de bancos ou família - todo o crédito ao consumidor.
Desenvolva um orçamento equilibrado. Um orçamento equilibrado é a ferramenta primária para administrar o dinheiro da família.
Desenvolva um plano para pagar seus credores. A maioria deles aceitará negociar se sentirem que você realmente quer pagá-los.
Aprenda a confiar em Deus. Deus sabe o que você precisa, assim comece a confiar nEle - Espere pela provisão de Deus.
Exerça autodisciplina. Restrinja seus impulsos para comprar. Se não estiver no orçamento, não compre.
Procure conselhos sábios. Você pode necessitar de ajuda para estabelecer e manter um orçamento e trabalhar com credores.
Confie na Palavra de Deus. Baseie suas decisões financeiras nos princípios da Palavra de Deus, não no conselho do mundo.
Se você estiver endividado, está servo de credores, e não livre para servir a Deus. Decida agora sair de dívida e ficar fora de dívida. Com a ajuda de Deus e sua disciplina, você pode tornar-se livre de dívida e pode permanecer deste modo.

Algumas Concepções Errôneas

Ter mais coisas me fará ser feliz. As propagandas nos dizem que nosso objetivo pessoal deveria ser: "Vida, liberdade e a compra da felicidade!" O problema é que os nossos anseios sempre excederão nossos proventos! "A pessoa que ama o dinheiro nunca tem o suficiente. É a velha tolice de pensar que dinheiro traz felicidade! Quanto mais se tem, mais se gasta ..." (Eclesiastes 5:10-11a).
Ter mais coisas me tornará mais importante. Somos levados a crer que os bens determinam o nosso valor. Se temos pouco, então devemos valer pouco também. Sendo assim, precisamos adquirir mais e mais – um novo e reluzente automóvel, roupas de grife, coisas que equiparem ou superem o que os outros possuem. Até descobrir que eles também adquiriram mais coisas! Não confunda o valor de suas posses com o seu valor próprio!
Ter mais coisas me dará mais segurança. Na visão do homem rico, a riqueza é uma defesa invencível, uma alta muralha de segurança. Que sonhador! De quantas maneiras alguém pode perder tudo da noite para o dia? Existem incontáveis maneiras. Porém, a única maneira de você obter a verdadeira segurança é colocando-a em algo que não lhe possa ser tirado.


Postado no blog do Pr Cristiano Scuciatto (e copiado descaradamente)

Da série - Prosperidade é bíblico? - Como Cortar Despesas

Assegure-se de estar obtendo o melhor valor, não apenas o menor custo.
Deixe o termostato do seu aquecedor um pouco mais elevado no verão e um pouco mais baixo no inverno.
Procure as melhores taxas de seguro.
Peça ao seu médico ou farmacêutico indicações sobre os genéricos, que custam menos do que as drogas conhecidas.

A Regra 10-10-80 – Um Plano Prático
Pague a Deus – dê os primeiros 10% a Deus. "Dê honra ao Senhor, oferecendo a Ele a primeira parte de tudo quanto você ganha" (Provérbios 3:9,10). Ele diz: "Experimentem! Dêem-Me uma oportunidade de provar que isso é verdade! Suas colheitas serão formidáveis, porque Eu as protegerei dos bichos e das pragas" (Malaquias 3:10). Eu não compreendo isto, mas tampouco compreendo como posso pressionar o botão do controle da minha garagem e ver suas portas se abrirem! Talvez isto funcione simplesmente porque Deus disse que assim seria!

Pague a si mesmo – sim, você deu duro. "... Digno é o trabalhador do seu salário" (Lucas 10:7b). Pague a si mesmo 10%. Você pode poupar gastar ou investir este valor. É o seu dinheiro, dado por Deus.
Pague suas contas – com os restantes 80%. Ajuste o seu padrão de vida a estes 80% de seus ganhos.
Seguindo este plano simples você vai descobrir que pode evitar dificuldades financeiras e aos poucos acumular uma receita excedente maior do que poderia imaginar. Se você não tiver um plano para determinar para onde vai o seu dinheiro, ele acabará indo para onde bem entender.
Na nota de um dólar americano está estampada a figura de uma águia. A águia sempre voa. Da mesma forma, o dinheiro não "discute" -- ele simplesmente voa! Você pode alcançar liberdade financeira. Procure ajuda se necessário. Seja responsável e faça isto segundo a maneira de Deus!

Postado no blog do Pr Cristiano Scuciatto (e copiado descaradamente)

Da série - Prosperidade é bíblico? - Tapado o buraco, respire ar novo

1. Considere um aumento do orçamento.


Muitas pessoas têm empregos que simplesmente não cobrem um orçamento suficiente para suas necessidades, mesmo que gastem com sabedoria. Há duas questões importantes com respeito a ter um aumento no orçamento. Em primeiro lugar, decida antecipadamente a terminar com as dívidas com os ganhos adicionais. Nossa tendência é gastar mais do que ganhamos, tanto se ganhamos muito, quanto se ganhamos pouco. Parece que os gastos sempre andam à frente dos ganhos. Em segundo lugar, ganhe uma quantia adicional sem prejudicar seu relacionamento com o Senhor ou com sua família. Se é casado, precisará ser criativo para encontrar formas de envolver a família toda numa indústria caseira, ou de encontrar um serviço que una a família, ao invés de separá-la.

No entanto, não importa o quanto de dinheiro adicional você ganhe, a chave está no compromisso de aplicar todos esses extras na redução da dívida e não aumentar os gastos.

2. Não acumule dívida nova.

A única forma que conheço de não acumular dívida extra é pagando à vista, com dinheiro, cheque ou cartão de débito no momento da compra. Isso traz à tona a questão dos cartões de crédito. Não creio que o cartão de crédito seja inerentemente um pecado, mas é perigoso. As estatísticas mostram que as pessoas gastam um terço a mais quando usam cartão de crédito em vez de dinheiro, porque não sentem estar realmente gastando dinheiro, já que estão usando um cartão de plástico. Conforme um comprador falou para o outro: "Gosto muito mais de cartões de crédito que de dinheiro porque eles permitem comprar muito mais!"

Quando Angel e eu começamos este estudo, tínhamos 3 cartões de crédito. Hoje carregamos um. Quando analiso a situação financeira das pessoas com dívidas, uso uma regra simples para apontar se os cartões de crédito são perigosos demais para eles. Se não pagam a quantia total devida ao final de cada mês, encorajo-os a fazerem a cirurgia plástica. Qualquer tesoura boa servirá para isso!

3. Seja satisfeito com o que você tem.
Vivemos numa cultura cuja indústria de propaganda tem maquinado, com poder e sofisticação, métodos de persuadir o consumidor a comprar. Freqüentemente, a mensagem tem a intenção de criar um descontentamento com aquilo que temos.

Uma companhia americana abriu uma fábrica nova na América Central porque a mão de obra era barata e abundante. O início da fábrica correu com tranqüilidade até os trabalhadores receberem seus primeiros pagamentos. No dia seguinte, nenhum dos habitantes do vilarejo compareceu ao trabalho. A gerência esperou... um, dois, três dias. Nenhum deles ainda voltara ao trabalho. O gerente foi procurar o chefe da vila para conversar a respeito do problema. "Por que deveríamos continuar a trabalhar?", perguntou o chefe em resposta ao questionamento do gerente. "Estamos satisfeitos. Já ganhamos todo o dinheiro de que precisamos para viver."
A fábrica ficou inativa durante dois meses até que alguém teve a idéia brilhante de enviar catálogos para compra via postal a cada morador da vila. A leitura dos catálogos criou desejos novos nos moradores do vilarejo. Logo retornaram ao trabalho e não houve problema de falta de empregado desde então.

Considere três fatores:
  • Quanto mais televisão você assiste, mais gasta.
  • Quanto mais olha revistas e catálogos, mais você gasta.
  • Quanto mais você for às lojas, mais você gasta.

 Nossa família é uma prova evidente disso. Quando minha filha, de repente, deseja um copo especial de um determinado restaurante de "fast-food", sei que ela viu uma propaganda na televisão. Com certeza, limitar o tempo na televisão limita também nossos desejos.

  
3. Considere uma mudança radical em seu estilo de vida.

Um número crescente de pessoas diminuiu suas despesas de modo significativo para se livrar das dívidas com mais rapidez. Algumas venderam suas casas e se mudaram para outras menores, alugaram apartamentos ou foram morar com outros membros da família. Muitas têm vendido os carros que têm prestações mensais altas e comprado carros usados baratos para se livrarem das dívidas.

4. Não desista!

Desde o início reconheça que haverá centenas de razões pelas quais você deverá desistir ou postergar seus esforços para se livrar das dívidas. Não caia na tentação de não continuar firme em seu compromisso. Não pare até que tenha alcançado seu objetivo maravilhoso de viver livre das dívidas. Lembre-se de que sair das dívidas é um trabalho bem difícil, mas a liberdade que você terá valerá a pena.

Existe pessoas na igreja que tiveram vitória na administração de recursos e você poderia entrar em contato com elas:

Disse o sábio: "Não se mate de trabalhar, tentando ficar rico, nem pense demais nisso. Pois o seu dinheiro pode sumir de repente, como se tivesse criado asas e voado para longe como uma águia" (Provérbios 23.4,5).


Sugestões:
  • Se você não tem um orçamento, elabore um antes do pôr do Sol.
  • Todos precisam de um cobertor, mas nem todos podem ter um casaco de peles (e ninguém precisa de um casaco de peles!).
  • Não fique perambulando pelas lojas quando estiver se sentindo melancólico ou deprimido. Suas decisões deficientes sobre seus gastos acabarão por deixá-lo no "vermelho". Vá direto para casa e fique com saldo credor no seu talão de cheques.
  • Esqueça os vizinhos que aparentemente possuem mais que você. Não tente competir com eles.
  • Cartões de crédito em excesso vão comer todo o seu dinheiro com a voracidade do cupim, deixando-o na pobreza. Destrua-os, caso não possa resistir às suas tentações.
  • O segredo para uma boa saúde financeira é viver de acordo com os seus recursos e isto exige disciplina e determinação.

Postado no blog do Pr Cristiano Scuciatto (e copiado descaradamente)

Da série - Prosperidade é bíblico? - Arrume suas Finanças, saia do buraco

FINANÇAS

Devido à singularidade de cada circunstância, a caminhada para sair das dívidas será unicamente sua. Os dez passos seguintes são um guia para sua jornada. São passos simples mas, para segui-los, é necessário um trabalho árduo. O objetivo é o Dia "D" – Dia sem Dívida, o dia em que você ficará totalmente livre das dívidas.

1. Ore.
Em 2 Reis 4.1-7, uma viúva era ameaçada de perder seus filhos para os credores e apelou para a ajuda de Eliseu. Ele instruiu a viúva a tomar emprestado de seus vizinhos muitos jarros vazios. O Senhor multiplicou de forma surpreendente, sua única posse, uma pequena porção de óleo e, como resultado, todos os jarros ficaram cheios. Ela vendeu o óleo e pagou suas dívidas para livrar os filhos. O mesmo Deus que proveu de forma sobrenatural para a viúva está interessado que você se torne livre de sua dívida também.

O primeiro passo é o mais importante. Ore. Peça a ajuda e a direção do Senhor em sua jornada rumo ao Dia sem Dívida. Ele pode agir de imediato, como no caso da viúva, ou de forma mais lenta, num período maior. Em ambos os casos, a oração é essencial.

Tenho observado uma tendência. À medida em que as pessoas começam a eliminar algumas dívidas e acelerar o pagamento das outras, o Senhor abençoa a fidelidade delas. Mesmo se você puder pagar somente uma pequena quantia em adiantado para reduzir sua dívida, por favor, faça-o. O Senhor pode multiplicar seus esforços.

2. Estabeleça um orçamento por escrito.
Em minha experiência, poucas pessoas têm feito um orçamento por escrito. Podem até ter um cuidadosamente guardado numa gaveta, mas não o têm usado. Um orçamento escrito ajuda você a planejar para o futuro e analisar seus padrões de gastos, para ver quais você poderá cortar. É um freio eficaz no impulso de gastar.

3. Aliste o total de seus bens – tudo que possui.
Faça uma lista de cada item que possui: sua casa, seu carro, mobília etc. Avalie a lista completa para determinar se deveria vender algum deles.

Como disse George Foster: "Sua atitude em relação às coisas determinará seu sucesso no trabalho de se livrar das dívidas. Não pense no quanto estará perdendo ou no quanto pagou pelo item que estiver vendendo. Pense no quanto estará ganhando, que poderá ser aplicado na diminuição imediata de sua dívida."

4. Aliste seus compromissos – tudo que você deve.
Muitas pessoas, em particular as que devem muito dinheiro, não sabem com precisão o quanto devem. No entanto, você deve alistar suas dívidas para ter uma idéia exata de sua atual situação financeira. Precisa alistar também os juros que seus credores estão cobrando por cada dívida.
Ao alistar os juros em sua lista de dívidas, descobrirá que os custos de créditos variam muito. Alistar suas dívidas vai ajudá-lo a estabelecer uma prioridade na redução da dívida.

5. Estabeleça um programa de adiantamento de pagamento para cada credor.
Livrar-se das dívidas pode parecer entediante mas é absolutamente necessário seguir esses passos. Ninguém jamais conseguirá livrar-se de dívidas por acidente. Todos precisamos de um programa de pagamento sistemático por escrito para alcançar o objetivo do Dia "D" – "Dia sem Dívidas".
Depois que fizer os pagamentos mensais, escreva a quantia paga e compute o saldo devedor. Isso dará a você um senso de realização. Será possível visualizar a diminuição do saldo devedor, o que será um incentivo para persistir em seu plano.
Se você está afundado nas dívidas ou devendo pagamentos atrasados, uma boa idéia seria enviar aos credores uma cópia de seu programa de pagamentos. É raro um credor que não esteja de acordo com uma pessoa que faz um esforço sério para pagar sua dívida. O credor apreciará o fato de você ter feito um programa e de desejar apresentá-lo a ele.
Decida qual dívida irá liquidar em primeiro lugar. Sua decisão deve basear-se em dois fatos: o tamanho da dívida e a taxa de juros cobrada.

Liquidação das dívidas pequenas.
Concentre-se em pagar as menores primeiro. Você se sentirá encorajado à medida que elas forem sendo eliminadas e isso irá liberar mais dinheiro para ser aplicado em outras dívidas. Após pagar a primeira, aplique essa quantia na próxima que deseja eliminar. Depois que liquidar com a segunda dívida, aplique a quantia da primeira e da segunda na eliminação da terceira e assim por diante.

Liquidação das dívidas de juros mais altos.
Atente para a taxa de juros cobrada em cada dívida e tente liquidar aquelas que cobram os maiores juros, antes de liquidar as que cobram juros mais baixos.


Postado no blog do Pr Cristiano Scuciatto (e copiado descaradamente)

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Orai e vigiai x futebol!

Neste filme do iutubi o goleiro defendeu a bola, mas descuidou, não viviou e a bola entrou enquanto ELE FESTEJAVA A DEFESA, e o juiz deu o gol!


video

As vezes não é assim conosco?

Oramos, recebemos a resposta, festejamos, e o pedido é perdido, desfeito, anulado?

Uma tia minha foi hospitalizada dias atrás, estava em coma, rins falidos, morte decretada pelos médicos.
Me avisaram, eu disse que iria no hospital para orar por ela.
Fui, orei, pedi pro Senhor mais alguns anos de vida, e que fosse testemunho para a conversão da família (do ramos do meu pai, só eu sou crente).
No mesmo dia melhorou, em alguns dias foi pro quarto, consciente.
Em +- 20 dias faleceu!

Eu me vejo neste episódio do iutube!
Defendi o gol, mas penso que festejei mais que vigiei!

Não é a toa que Jesus disse:
Vigiai, pois, a todo tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que têm de suceder e estar em pé na presença do Filho do Homem. Lucas 21:36

Pensem nisto, enquanto lhes digo

Graça e paz!


O AVIVAMENTO ESTÁ CHEGANDO!
PULPITOS SANTOS,
PASTORES SANTIFICADOS,
IGREJA SEM MÁCULA NEM RUGA!

BASTA CRER PARA VER!
EM NOME DE JESUS!





domingo, 19 de setembro de 2010

Da série "Pacto conjugal" - Beliscões nas mulheres

Peguem os lenços, porque vou rachar as mulheres ao meio! Seus olhos vão saltar das órbitas de tanto chôro e lamentação! É sério! porque?

Estou escrevendo para cristãos convertidos. Se não és, não vais entender nada!
Procura um evangelista e te entrega para Jesus! Urge!
Porque assim como a serpente iludiu a Eva, o sistema do mundo iludiu a mulher com uma falsa carreira, uma falsa satisfação, deixou-as ôcas, insensíveis, masculinizadas, machonas!

Como pode uma mãe deixar seus filhos serem educados por estranhos, por causa de sua carreira profissional? Ela pensa: A creche é tão legal!

Como pode uma mãe deixar o "marido" atirar sua filha por uma janela?
Como pode uma mãe deixar o "namorido" de sua filha dormir no quarto dela, e depois não entender porque tem que cuidar do nenê enquanto a filha tem que trabalhar?
Como pode uma "esposa" deixar seu marido ...
Como?

Não desista! Continue a leitura! Tem mais!!!
Quer adotar uma criança? O mês mais indicado é o de novembro... 9 meses após o carnaval...
Segundo o documento Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher, publicado pelo Ministério da Saúde em março de 2004, no Brasil 31% de gestações terminam em aborto. Anualmente, ocorrem no país aproximadamente 1,4 milhão de abortamentos, entre espontâneos e inseguros, com uma taxa de 3,7 abortos para 100 mulheres de 15 a 49 anos...
Interessante é que em 1995 a mortalidade por aborto induzido foi de 4.500.000.

Como uma mãe pode matar seu filho? Como? Animais não fazem isto...
Ah... Se algum "humanista"  dizer que  fazem...mas nesta proporção, e com a intenção???
Ahn estes dados são oficiais... e os clandestinos???

O que Hitler fez com os judeus é quermesse com o que as mulheres estão fazendo com seus filhos!!

Mas vamos lá!
Existem razões históricas para a "emancipação da mulher"
Depois das duas grandes guerras e uma epidemia no meio, os homens sumiram da face da Alemanha, Japão, Inglaterra, França e outros países, forçando a mulher a assumir postos de trabalho até então ocupados por homens.
Tinha mulher trabalhando de pedreiro, vendendo carros, montando mísseis...

As consequências desta emancipação?

A desagregação da família!!!
Ninguém enxerga que deram tanto em cima da mulher para se emsancipar, que esqueceram-se dos homens. Hoje, uma moça está formada com 25 anos, tem seu carro seu apartamento, seu consultório, sua renda, e não encontra um homem da mesma faixa etária e com mesma situação social e financeira.
Daí busca homens mais velhos, estáveis, mas que já vem de uma família desagregada!

E ainda se iludem... Se o cara já detonou uma família, não tem uma grande probabilidade de detonar a próxima?
Os humanistas vão dizer que não, que vai ser diferente!

Este é o ponto! Porque  não muidou antes, no primeiro casamento, no verdadeiro.
Daí vem as frustrações, as traições, o engano, o erro, filhos desobedientes, pais se autoridade, a desagregação familiar!
Nem falei das drogas, homossexualismo e prostituição, que é um capítulo à parte!
Estou assistindo agora na televisão a prisão de cincoenta menores adolescente que se prostituiam por droga.
E o apresentador, ao encerrar a reportagem pergunta: Vamos ao futebol?

Mas nem tudo está perdido! Existe uma solução!

Vou mostrar mais adiante! Não desista!

NEM TUDO SÃO FLORES!
MAS DEUS NÃO É BURRO! CRIOU FERRAMENTAS PODEROSAS PARA REVERTER ESTA SITUAÇÃO!

UMA DELAS É:

AVIVAMENTO JÁ!

sábado, 18 de setembro de 2010

Da série "Pacto conjugal" - Pontapés nas canelas dos homens

Continuação a meditação sobre o "Pacto Conjugal"

Agora vou pegar pesado com os homens!
Lembre-se que estou escrevendo para pessoas que tem o Espírito Santo em sí, que receberam Jesus como seu Seu Senhor e salvador!
Se não entender nada do que estou falando, repito! Vai te converter!

Ora, o homem foi criado primeiro e do barro! Ao homem foi ordenado "Maldita é a terra por tua causa, em fadigas obterás DELA o teu sustento!..."
Pois é, ao homem foi ordenado trocar o seu trabalho por sustento, não à mulher!
Então o homem somente se realizará quando tiver um sustento digno e suficiente para sua família!
Este é o seu alvo, a sua meta, e vai gastar a sua vida nisto, trabalhando para sustentar a sua mulher, em todos os sentidos, materialmente falando, espiritualmente falando, emocionalmente falando...!

O homem não sabe o que é o amor! É para êle uma experiência no mínimo estranha.
O homem tem paixão! Se apaixona, se dedica, mas não se entrega porque quer retorno! O homem investe numa relação!
O homem não entende como é fazer algo sem receber algo em troca, na cabeça do homem sempre tem que haver troca, lucro ou prejuízo!

Somos brutos, feitos do barro!
Quem é que nos faz sermos polidos, bonitos, suaves, e amantes? A mulher!
Quando o homem entender isto, começará a resolver o problema do seu casamento!

Por isto é que em efésios foi ordenado ao homem AMAR sua esposa!
Incondicional, não tem chôro, tem que amar!

Quem ama não bate, não trai, não despreza, não himilha, não sacaneia!

Vai ler sobre o que não é o amor em 1 Coríntios 13

Pense nisto enquanto lhes digo...

Graça e Paz!

HOMEM QUE AMA SUA ESPOSA, QUE GASTA SUA VIDA POR CAUSA DELA É QUE ATRAI O AVIVAMENTO!
PARA QUE O AVIVAMENTO VENHA É NECESSÁRIO QUE HAJA SACERDOTE NA CASA!

HOMENS TOMEM POSSE DE SEUS MANTOS DE SACERDOTES SOBRE SUAS FAMÍLIAS!

AVIVAMENTO JÁ!

Da série "Pacto conjugal" - Querem fazer Deus de Trouxa

Estou meditando sobre o "Pacto Conjugal" faz algum tempo...


Quero ser duro e ríspido, portanto prepare-se!

Não posso ficar quieto quando alguém diz "nossa relação está desgastada, só resta a separação"

Deixa-me expor o que está na Bíblia.

Em tempo: Se você não confia na Bíblia ou não entende que é a Palavra de Deus para você, então nem continue e procure algum evangelista para se converter!

O que escrevo aqui só vale para casados cristãos, pessoas que tem seu nome escrito no livro da vida! Se não sabe o que é isto, procure algum evangelista para se converter!

Portanto, pegue sua Bíblia, assopre o pó, e abra-a não para ler, mas para meditar.

Em tempo: meditação é uma instrução bíblica! Você não precisa fazer ioga para meditar! É só ler um versículo, pensar, ler denovo, pensar, entendeu?



Vamos lá!

1) Quando leio em Gênesis e em Marcos 10:7 "e se tornam um uma só carne", não se está falando em sexo, união carnal, mas em união espiritual, os dois tornam-se uma só pessoa! Entenda, um não pensa nem decide nada na SUA PRÓPRIA VIDA sem consultar, conversar, admoestar, aconselhar junto com o cônjuge.

2) Aos maridos está escrito: Efésios 6:28 amem suas mulheres, ao ponto de dar sua própria vida por ela. Entenda, homem, o mandamento aqui é AMAR, e é fazer alguma coisa para o conjuge sem esperar retorno, sem esperar resposta, sem ganhar nada em troca.

3) Às mulheres está escrito, Efésios 6:22 Gênesis 3:16 seu desejo é dêle, faça o que êle quer, o que pedir!



Agora, vamos meditar...

Qual a mulher que não ama seu marido? a Palavra não manda a mulher amar... porque é a natureza dela... amar. A mulher é conquistada!

Mas manda o homem amar, porque a natureza dêle é receber algo em troca... homem não ama, é atraído, sempre quer algo em troca...

Assim, qual a mulher que por amor não faz o que seu marido manda fazer?

Assim da mesma forma qual homem que ame sua mulher vai pedir ou mandar fazer algo que ela não queira?

Dá para entender? Há uma sinergia, e isto é que é o "pacto conjugal"



Aquelas palavras que ninguém mais quer dizer, e quando diz não obedece:

Prometo te amar, ser fiel, na alegria, na tristeza, na saúde na doença, na riqueza e na pobreza, até que a morte nos separe?????



Na primeira crise conjugal, já atira tudo para cima! Ai daquele que não cumpres seus votos perante o Senhor!



Depois não sabe porque o casamento "não deu certo"!!!

Não obedecem!!!

Se "juntam", para não fazer o "pacto conjugal", parece que Deus é trouxa! Fazem Deus de idiota!

No primeiro momento que pensou no seu par como cônjuge, o pacto conjugal entrou em ação!

O "pacto conjugal" é espiritual! Não precisa de "papel" não!

É o pacto conjugal que "segura as pontas" na hora da dificuldade!

É maior que o próprio amor.

Pensem nisto, enquanto lhes digo

Graça e Paz!

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

O tabernáculo de Moisés, o cristão e a intercessão

Nesta última semana recebemos a visita de um pregador americano, Pr. Orlando Terrero
Fez um paralelo da vida cristã com o tabernáculo de Moisés:

Fora do tabernáculo não temos acesso ao Pai! O povo está ao redor do tabernáculo!

Tudo começa quando entramos no tabernáculo, pela porta.
Jesus disse: Eu sou a Porta!

Estamos no átrio agora temos acesso ao Pai, pela sua graça:
Aqui  existem:
  • O altar do sacrifício (Jesus é o Crodeiro de Deus)
  • Bacia de bronze feita dos espelhos das mulheres (O batismo nossa morte e ressurreição, a Palavra que nos lava, nos vemos como espelho pela palavra)
Continuamos a andar em direção ao Santo dos Santos...
  • Nossa oração é: Pai, salva-me, ajuda-me, socorre-me...
  • o Senhor responde: não te ouço, filho, chegue mais perto...
Passamos pelo altar do sacrificio:
  • Morremos com Jesus na cruz,
  • Ressuscitamos pelo batismo
Estamos nos aproximando do Pai:
  • Agora somos seus filhos adotivos, revestidos da vida eterna!
  • A alegria da salvação é grande, estamos em festa...
  • Nossa oração é: Graças te dou, Senhor pela salvação...
  • O Senhor responde: não te ouço, filho, chegue mais perto...
Lavamos nossa alma na bacia de prata, pela leitura da palavra:

  • Estamos na frente do lugar Santo,
  • Existem cinco colunas (Apóstolos, profetas, mestres, pastores, evangelistas)
  • Nossa oração é; Pai salva nossos amados, nossos amigos, nossos inimigos...
  • O senhor responde: não te ouço, filho, chegue mais perto...
Entramos no lugar Santo, onde existe:
  • O candelabro de sete pontas, com lâmpadas (acesas) de óleo de oliva, que é o Espírito Santo e seu Fogo,
  • A mesa da proposição, com doze pães, que é o corpo de Cristo, a Igreja (Jesus disse Eu sou o pão vivo que desce do céu...),
  • A mesa do incenso, aroma suave, que chega às narinas de Deus...
Estamos agora de frente para o Santo dos Santos, temos acesso ao Pai, pois o véu está rasgado,

  • Somos iluminados pelo Espírito Santo
  • O qual nos assiste em nossas orações,
  • Batizados pelo fogo do Espírito Santo,
  • Iluminados pelo Espírito Sando que nos lembrará e nos ensinará todas as coisas...
Agora INTERCEDEMOS, realmente só agora, por salvação de almas, por cura, por milagres, ...

Nossa oração é; Pai salva nossos amados, nossoa inimigos...

Agora o Senhor nos diz: tudo o que pedires, no nome de meu filho Jesus, te farei, pois conheces a minha vontade!

Estamos em adoração, oração e intercessão diante da arca da aliança que contém:

  • As tábuas da lei - obediência, misericórdia, justiça
  • A vara de Arão que floreceu - resposta de oração, milagres, profecias, autoridade, poder
  • O maná - suprimento, nada nos faltará
Uma vez no Santo dos Santos, quem vai querer sair dalí?

Este vídeo fala de tudo isto aqui e mais um pouco:




PRÁ TE ADORAR, SENHOR,
PRA TE SERVIR, SENHOR
PRÁ TE AMAR, SENHOR,
EIS-NOS AQUI!

AVIVAMENTO, JÁ!