segunda-feira, 27 de julho de 2009

A principal credencial de um pastor

Neste domingo fomos ao culto, e o pastor Manoel ministrou sobre primícias, dízimo, ofertas e votos.
Em resumo, assim como temos nossas obrigações impostas pelo nosso governo, também temos nossas obrigações para com o Senhor. A diferença é que não é uma imposição legal, mas uma revelação espiritual, a qual agindo na nossa alma, produz fruto, e este coração disposto e unido ao coração de Deus através do Espírito Sando, move a mão de Deus em nosso favor. Daí então o milagre acontece, a oração é respondida, o coração consolado.
Não é nada diferente do que tenho ouvido nos ultimos 26 anos.

Faz pouco mais de dois meses que o Senhor levou a Jussara, irmã gêmea de minha esposa Sandra, e, segundo suas palavras, sua melhor amiga. Poucos dias depois de sua morte, o pastor Manoel esteve em nossa casa - era sábado - através da Dona Adda(mãe da Sandra), pois como pastor da D.Adda, se sentiu na obrigação de levar uma palavra de consolo à Sandra.

Me tocaram suas palavras:
Está gostoso ficar aqui conversando com vocês, eu sinto a presença do espírito santo nesta casa.

A visita, de deveria ser breve, pois êle tinha compromisso, durou a tarde toda.
Cancelou o compromisso para ficar conosco, conversando...

Não seria esta uma das credenciais de um pastor, senão a principal? Conversar com suas ovelhas, conhecer-las, sentir seu cheiro, andar com elas?

Ouvi alguém dizer que existe pastor que não gosta do cheiro das ovelhas...


Um comentário:

Antonio disse...

Irmão Omar,
A paz!
Recebi o convite pelo Casamento em Obras e vim ver o seu blog. Gostei do que vi e li.
Em primeiro lugar, desejo que em breve o Senhor restaure o coração da sua amada esposa, pela perda da irmã. Só o Senhor nos conforta na medida certa e a sua palavra (nas as nossas) podem preencher o vazio de uma perda. Uma palavra que muito tem confortado o meu coração , nestes dias de provas, é II aos Coríntios 1:1-11.
Em segundo lugar, gostei do seu post acerca da principal credencial do pastor, em especial, porque vem da boca de uma ovelha. São elas que testificam (ou desabonam) quando o exercício do ministério está de acordo com o chamado.
Certa vez ouvi de um professor no seminário algo que me entristeceu: "vocês tem cheiro de cavalo suado". Nós trabalhávamos o dia todo e, quando não havia dinheiro para uma segunda passagem, caminhávamos uma subida de cerca de 1 Km , mais a ladeira do seminário. Cansávamos e suávamos até chegar.
Fui ensinado no seminário de que a visita pastoral não pode ser muito breve, mas também não deve ser demorada. Na prática aprendi que a visita deve durar o tempo que for necessário ao bem estar da ovelha, da família, daquele que fomos visitar.
Se me permitir, gostaria de linkar o seu blog no meu. Farei isto após as mudanças que minha filha realizará nele.
Se quiser visitar: http://decoracaopracoracao.com
Que o Senhor continue abençoando a vida de todos vocês, concedendo-lhes vitórias, as quais estou certo que compartilhará conosco neste seu abençoado espaço.

Abraço,

Pr. Regly